SIBAPEM e ABRAC farão documento
conjunto para envio ao Inmetro

A ideia é oferecer o apoio das Entidades em prol do fortalecimento do Instituto de Metrologia

O SIBAPEM e a ABRAC realizaram no último dia 8 de setembro uma reunião para discutir os pontos em comum encontrados na reunião promovida anteriormente entre as duas Entidades, oportunidade em que expuseram um resumo de suas apresentações para o Inmetro.

O presidente do SIBAPEM, Carlos Amarante, lembra que naquela ocasião, ficou clara a convergência de pontos de vista das Entidades. “Resolvemos então analisar as apresentações e avaliar como fazer valer tal coincidência de propósitos para fortalecer o próprio Inmetro.”

Durante essa segunda reunião, os representantes do SIBAPEM e da ABRAC também trocaram impressões sobre a importância da vigilância de mercado, de como a pirataria afeta a indústria do setor de metrologia e a indústria brasileira no geral, o consumidor e a própria administração pública.

Carlos Amarante explicou algumas práticas comuns utilizadas principalmente na importação de balanças, com o objetivo de escapar da fiscalização. “A vigilância é importante, depois que passou da alfândega é muito mais difícil você percorrer mais de 5 mil municípios. Na realidade, todos os pontos que pedimos para a questão de reclassificação de risco foram aceitos pelo Inmetro e ficamos muito satisfeitos com isso.”

O vice-presidente do SIBAPEM, Zenon Leite Neto, ressaltou que no Brasil os bons é que pagam as contas. Logo, é preciso ter uma vigilância de mercado. “Temos que cuidar da anuência das importações, cuidar da Polícia Federal, temos que trabalhar em todas as frentes.”

Com base em tudo que foi apresentado, o superintendente da ABRAC, Masao Ito, sugeriu a elaboração de um documento conjunto. “Poderíamos ter uma conversa com o nosso presidente para que ele nos dê apoio em uma eventual reunião em Brasília.” Ele também sugeriu uma reunião com o próprio presidente do Inmetro, antes das entidades recorrerem ao governo Federal.

Ficou definida então a elaboração de um ofício em conjunto a ser enviado ao Inmetro mostrando tais pontos em comum e oferecendo a dedicação do SIBAPEM e da ABRAC para o fortalecimento do sistema metrológico brasileiro, documento este que deve ser concluído nos próximos dias.